Os melhores produtos e projetos de decoração, arquitetura e design para você se inspirar. Fique por dentro dos lançamentos mais bacanas do mercado. Selecione referencias e produtos para montar o seu projeto. Tudo em um só lugar

Baixe agora mesmo o App Kaza e tenha acesso a um conteúdo exclusivo.

App store




DECORAÇÃO

Caminho do ouro

Ele ainda nem pegou o canudo de arquitetura e já responde por produções festejadas. Esse apartamento paulistano, por exemplo, sinaliza que Matheus Farah tem uma bela carreira pela frente


Por: Cynthia Garcia

Matheus Farah, 24 anos, ainda não se formou – está no sétimo semestre de arquitetura na Faap – mas já tem escritório montado há três anos com uma equipe de seis assistentes. “Eu acompanhava minha mãe nas obras, dava opinião, ela acatava e gostava do resultado. Sempre soube que seria arquiteto. Renzo Piano é meu ídolo, assim como ele, adoro um canteiro de obras”, revela o profissional que tem no sangue o talento da decoradora Samira Farah Leal. No design, um dos orgulhos do rapaz é possuir uma coleção de miniaturas de cadeiras que não para de crescer. A poltrona Diz (2001), de Sergio Rodrigues, a Diamond Chair (1952), de Harry Bertoia, e a chaise La Mama (1969), de Gaetano Pesce, encabeçam a lista do jovem expert em poltronas que evolucionaram a estética do design do conforto.

O futuro arquiteto já acumula no portfólio seis projetos. Entre eles estão esse apê de 160 metros quadrados na Alameda Ministro Rocha Azevedo, nos Jardins, que fez para um amigo da mesma idade que adora receber, e um empreendimento na Bahia com bangalôs e duas piscinas com área de lazer e quiosques. Além das viagens que faz às suas cidades preferidas, Milão, Chicago e Paris, e a carga horária dos estudos, Matheus ainda consegue driblar a administração da obra da casa que está construindo para si mesmo e o projeto do edifício que está desenvolvendo para a construtora Idea!Zarvos, aquela que ganhou fama no mercado pela originalidade de seus projetos que incluem a revitalização da Vila Madalena. Também fora dos padrões é o que ele fez aqui, nesse apê de solteiro de pé-direito duplo na sala e na varanda com uma parede verde. O que mais chama a atenção no living é a biblioteca de cinco metros de altura, projetada por ele, que emoldura um trabalho do fotógrafo Leonardo Kossoy. No ambiente, uma curadoria das melhores marcas, várias peças da Dpot, as luminárias são todas La Lampe, os tecidos são da Celina Dias, os vasos e bancos a L’oeil, os tapetes da Vitrine e uma coleção de objetos divertidos da Benedixt.

Mas o destaque no mobiliário da sala, sem dúvida, é um conjunto de um dos primeiros ícones do movimento de design que se desenvolveria posteriormente no País. É a série Costela ou Bone Chair (1955), aqui representada por um sofá e um par de poltronas e suas banquetas, todas em couro blanc cassé, apoiado nas “costelas” de madeira escura – as originais eram de jacarandá. Trata-se do melhor da produção do designer austríaco Martin Eisler (1913-1977), que se instalou por um período no Brasil e foi amigo da arquiteta Lina Bo Bardi. Eisler e o argentino Carlo Hauner (1927-1997) durante anos formaram a principal dupla de designers da Forma. Pelo visto, Matheus está no bom caminho. Vamos ficar de olho.


PRODUTOS RELACIONADOS

Única Laminados
Decorflex Tijolo Cin Auto Adesivo
+info

COTAR

Rogeart
Porta algodão Meia Lua
+info

COTAR

Mac Móveis
Chaise Long Vida Boa - sem Braços
+info

COTAR

LIder Interiores
Mesa de Jantar Idem
+info

COTAR

Empório Beraldin
Poltrona Tiras
+info

COTAR


PROJETOS RELACIONADOS