Os melhores produtos e projetos de decoração, arquitetura e design para você se inspirar. Fique por dentro dos lançamentos mais bacanas do mercado. Selecione referencias e produtos para montar o seu projeto. Tudo em um só lugar

Baixe agora mesmo o App Kaza e tenha acesso a um conteúdo exclusivo.

App store




DECORAÇÃO

Quem quer ser um milionário?

Em São Paulo, o tríplex projetado pela estrelada arquiteta Ana Maria Vieira Santos abriga obras de arte poderosíssimas em clima de conforto e funcionalidade – missão para poucas e boas


Por: André Rodrigues

Para Anish Kapoor, o papel do artista plástico é a busca pelo conteúdo. Vale prestar atenção aos dizeres desse indiano que é, atualmente, um dos nomes mais festejados do circuito – conceitual e comercialmente, com esculturas que já foram arrematadas por quase R$ 10 milhões (cada!) e que ajudam a desenhar os contornos de paisagens emblemáticas ao redor do mundo.

Mas, você não precisa se mandar em um voo internacional para conhecer seu monumental trabalho: aqui mesmo em São Paulo, a arquiteta Ana Maria Vieira Santos aciona a estética biomórfica e geométrica de Sir Kapoor (sim, ele foi agraciado com o título da realeza britânica) nas paredes desse apartamento dividido em três andares – a família jovem e com dois filhos adultos primeiro comprou os dois últimos andares do prédio e na sequência arrematou a cobertura para formar o tríplex onde vivem hoje.

Aqui, as paredes valem muito: além do limestone de sua estrutura (e do espelho côncavo em tom verde limão de Anish Kapoor), elas emolduram outras obras poderosas, caso das mandalas de borboletas assinadas pelo inglês Damien Hirst e do painel de luz neon de Tracey Emin: “I don’t believe in love, but I believe in you”. Isso tudo só no living, espaço central do projeto e onde se misturam peças clássicas, de décadas passadas, com móveis mais contemporâneos em formas rechonchudas de conforto garantido. “É um projeto bastante versátil e funcional”, resume, de modo certeiro, a arquiteta que redistribuiu a planta em andar inferior dos quartos + sala íntima (aqui só os moradores entram), andar social (espaço das fotos – para ver e ser visto) e terceiro andar tipo mezanino com sala de almoço e de jantar, além de uma respeitável cave com centenas de rótulos de vinhos nacionais e importados. “Os moradores aqui gostam de colecionar arte e receber amigos. Essa é uma família muito alegre e querida”, entrega Ana.

O mood da casa, portanto, pede luz. Por isso a arquiteta não economizou na amplitude que ganha recortes de janelas imensas, proporcionando assim luminosidade máxima e vista de tirar o fôlego, que descortina São Paulo em 360 graus. Do lado de dentro, acabamentos em tons nude e uma simetria instigante – caso da sala de jantar com mesas idênticas, como se estivessem refletidas em um espelho (notável a inteligência da arquiteta ao propor essa homenagem aos espelhos de Anish), prontas para receber dúzias de comensais escoltados, na escadaria de leveza impressionante, por duas pinturas igualmente suaves de Daniel Senise. E o perfume étnico inebria nos detalhes, caso das cerâmicas avermelhadas e das madeiras trabalhadas artesanalmente em móveis antiguinhos. “A ideia principal é possibilitar uma troca gostosa de ideias”, finaliza Ana Maria, ecoando a busca pelo conteúdo do artista que incendeia uma das paredes dessa morada.


PRODUTOS RELACIONADOS

Empório Luz Design
Suporte para Chaves Telefone de Londres
+info

COTAR

Construflama
Churrasqueira a Gas de Mesa com Grelha Argentina
+info

COTAR

Empório Beraldin
Sofá Córsica
+info

COTAR

Única Laminados
Laminado Mármore Azul
+info

COTAR


PROJETOS RELACIONADOS